Blog de Assis Coimbra

Poucas palavras.

Imagem extraída do Google.
Assis Coimbra. ( Engatinhate na arte da vida e do cordel )

Digo-te, linda mulher:
-És rosa que cheira tanto!
O meu canteiro de flores
Princesa que eu acalanto,
Vivo sentindo o teu cheiro,
Manacá do meu terreiro,
Meu belo lírio do campo!!
*
És também meu Colibri
E o meu belo Rouxinol,
As réstias do meu casebre
Nas manhãs frias de sol,
Também lindo amanhecer,
Trazendo pra eu conhecer
As belezas do arrebol.

Todos direitos reservados e registrados.

Publicado por: Assis Coimbra

Assis Coimbra
Nascido em Parnarama, Maranhão e radicado em São Paulo desde 1968, Assis Coimbra iniciou sua trajetória nas artes cênicas em 1969, tornando-se ator profissional em 1980. Produtor, autor e diretor de teatro, o artista jamais perdeu suas raízes sertanejas, marcadas pelo profundo contato com a natureza e a cultura popular. Traços que direta ou indiretamente, sempre fizeram parte de seus trabalhos, notadamente a partir dos anos 90, quando assumiu de vez sua condição de ambientalista.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Wide info - Template Powered by Wideinfo - For Tips and Tricks - Latest Internet News